Enfermagem na Prevenção e Controle da Infecção Hospitalar

Enfermagem na Prevenção e Controle da Infecção Hospitalar
Clique na imagem
  • Código do produto: 0098
  • Disponibilidade: 2-3 Dias
  • 17.83€
+
-



Tags: hospitalar, infeccao, controle, prevencao, enfermagem

Enfermagem na Prevenção e Controle da Infecção Hospitalar

O propósito desta obra é conscientizar o pessoal de enfermagem, como auxiliares, técnicos, enfermeiros e estudantes, bem como outros profissionais da área, sobre a importância do controle e prevenção da infecção hospitalar.
De maneira clara, interativa e prática aborda infecção e o processo que a envolve, esterilização, desinfecção, lavanderia, uso de cateteres, outros procedimentos invasivos, novas tecnologias no controle de feridas cirúrgicas, as principais imunizações recomendadas aos profissionais de saúde e outras atualizações, além de orientações gerais referentes à contaminação acidental do profissional por material perfurocortante e os cuidados de enfermagem diante de cada problema.
A terceira edição inclui temas como controle de qualidade e auditoria de enfermagem na infecção hospitalar, os principais sítios para instalação da infecção, a conduta antimicrobiana nos diferentes portes cirúrgicos, a relação entre câncer e infecção e as diferentes formas de esterilização na central de material.

Autor(es): Nívea Cristina Moreira Santos
Código: 0098
ISBN: 978-85-7614-0092
   
Categoria: Saúde
N.Páginas: 136
Formato: 17 x 24 cm
Peso: 0,230 kg



Índice do Livro

Capítulo 1 - O Processo
1.1. O Organismo e Sua Defesa
1.1.1. A Flora
1.1.2. A Reação Imunológica
1.1.3. A Inflamação
1.2. O Processo Infeccioso
1.2.1. Agentes Infecciosos
1.2.2. Reservatório
1.2.3. Saída
1.2.4. Meios de Transmissão
1.2.5. Entrada
1.2.6. Hospedeiro
1.3. A Infecção Instalada

Capítulo 2 - Imunização
2.1. Imunidade Natural
2.2. Imunidade Ativa
2.3. Imunidade Passiva
2.4. Imunizações Recomendadas aos Profissionais de Saúde
2.5. Imunizações do Dia Seguinte

Capítulo 3 - Tipos de Infecção
3.1. Infecção Bacteriana
3.1.1. Infecção por Estafilococo
3.1.2. Infecção por Estreptococo
3.1.3. Infecção por Salmonella
3.1.4. Infecção por Shigella
3.1.5. Infecção por Clostridium
3.1.6. Infecção Meningocócica
3.2. Infecção Viral
3.2.1. Catapora
3.2.2. Caxumba
3.2.3. Gripes e Resfriados
3.2.4. Hepatite
3.2.5. Herpes-Zóster
3.2.6. Mononucleose
3.2.7. Sarampo
3.2.8. Rubéola
3.3. Infecção e Câncer
3.3.1. Papillomavirus Humano - HPV
3.3.2. Helicobacter pylori - H Pylori
3.3.3. Vírus da Hepatite B - HBV e Vírus da Hepatite C - HCV
3.3.4. Vírus Epstein-Barr
3.3.5. Outros Agentes Causadores

Capítulo 4 - Infecções Nosocomiais
4.1. Conceito
4.2. Classificação
4.3. Fatores que Aumentam o Risco de Infecção
4.4. Métodos para Diminuir a Infecção Nosocomial
4.4.1. Assepsia
4.4.2. Desinfecção
4.4.3. Esterilização
4.5. Diretrizes para Prevenção e Diminuição do Índice de Infecção Hospitalar

Capítulo 5 - Sítios para Infecção Nosocomial
5.1. Transmissão
5.1.1. Transmissão por Contato
5.1.2. Transmissão pelo Ar
5.1.3. Transmissão por Veículo Aquoso
5.1.4. Transmissão por Vetor
5.2. Sítios/Locais e Causas
5.2.1. Infecção do Trato Urinário (I.T.U.)
5.2.2. Pneumonia Nosocomial
5.2.3. Infecções de Feridas Cirúrgicas
5.2.4. Bacteremia Nosocomial

Capítulo 6 - Precauções e Isolamento
6.1. Conceito
6.2. Precauções-Padrão
6.2.1. Precauções com Drenagem e Secreção de Materiais
6.2.2. Precauções com Sangue, Fluidos Corporais ou Líquidos Orgânicos
6.2.3. Precauções Padronizadas
6.3. Isolamentos
6.3.1. Isolamento Estrito
6.3.2. Isolamento de Contato
6.3.3. Isolamento Respiratório - Aerossóis
6.4. Outros Tipos de Isolamento
6.4.1. Isolamento para Precauções Entéricas
6.4.2. Isolamento para Tuberculose
6.5. Pacientes Altamente Comprometidos - Imunossuprimidos ou Imunodeprimidos
6.6. Responsabilidades da Enfermeira na Prevenção e no Controle das Infecções
6.7. Recomendações para Reduzir o Risco de Infecção
6.7.1. Administração de Fármacos
6.7.2. Arrumação do Leito e Unidade do Paciente
6.7.3. Aspiração
6.7.4. Banho em Pacientes com Lesões Expostas
6.7.5. Cateteres
6.8. Cauterização Cervical
6.9. Coleta de Material
6.10. Curativos
6.10.1. Remoção ou Troca em Feridas com Pouca ou Nenhuma Secreção
6.10.2. Remoção ou Troca em Feridas com Grande Quantidade de Secreção
6.10.3. Queimaduras
6.11. Diálise
6.12. Enemas
6.13. Cuidados e Higiene do Paciente
6.14. Secreções
6.15. Traqueostomia

Capítulo 7 - Tipos de Cateter, Infecções Relacionadas ao Seu Uso e Cuidados
7.1. Terminologias Relacionadas ao Uso de Cateter
7.2. Fontes de Colonização do Cateter
7.3. Agentes Infecciosos Mais Encontrados
7.4. Características para Instalação
7.5. Tipos de Cateter
7.5.1. Cateter Venoso Periférico
7.5.2. Cateter para Flebotomias
7.5.3. Cateter Arterial Periférico
7.5.4. Cateter Swan-Ganz
7.5.5. Cateter Venoso Central de Inserção Percutânea Periférica - PICC
7.5.6. Cateter Venoso Central de Longa Permanência
7.6. Infecção Relacionada ao Cateter Vascular na Nutrição Parenteral Total (NPT) e Seus Cuidados
7.7. Acesso Vascular em Neonatologia
7.8. Protocolo para Instalação e Manutenção dos Cateteres
7.8.1. Cateter de Curta Permanência
7.8.2. Cateter de Longa Permanência
7.9. Cuidados de Enfermagem na Manipulação dos Cateteres
7.10. Orientações Gerais após Picada Acidental com Agulha ou Material Perfurocortante Contaminado

Capítulo 8 - Noções de Lavanderia Hospitalar
8.1. Conceito
8.2. Área Física
8.3. Processo de Lavagem da Roupa
8.4. Equipamentos
8.5. Controle da Infecção Hospitalar

Capítulo 9 - Central de Material e Esterilização (CME)
9.1. Conceitos
9.2. Limpeza de Artigos Hospitalares
9.2.1. Limpadores Enzimáticos
9.2.2. Recomendações para Limpeza
9.2.3. Níveis de Processamento quanto à Ordem de Resistência dos Microorganismos aos Germicidas Químicos
9.3. Desinfecção de Artigos Hospitalares
9.4. Desinfetantes Químicos
9.4.1. Álcool
9.4.2. Cloro e Seus Compostos
9.4.3. Glutaroldeídos
9.4.4. Fenólicos
9.4.5. Compostos de Quartenários de Amônio
9.5. Situações Especiais para Desinfecção de Determinados Artigos
9.6. Técnica Básica de Desinfecção de Artigos com Germicidas Químicos
9.7. Soluções Anti-Sépticas
9.8. Classificação das Áreas Hospitalares
9.9. Métodos de Esterilização

Capítulo 10 - Tratamento de Feridas: Técnicas, Tecnologia e Cuidados para Prevenção da Infecção Hospitalar
10.1. Conceito
10.1.1. Causas
10.1.2. Escolha do Tratamento
10.2. Processo Cicatricial
10.3. Classificação das Feridas
10.3.1. Quanto à Etiologia
10.3.2. Quanto à Ruptura do Tecido
10.3.3. Quanto à Cavidade
10.3.4. Quanto ao Agente Infeccioso
10.3.5. Quanto ao Agente Causador
10.3.6. Quanto à Profundidade
10.4. Curativos
10.5. Normas Básicas para Realização de Curativos
10.6. Normas Técnicas para Realização de Curativos
10.7. Técnica de Curativo
10.7.1. Técnica de Curativo para Dispositivos Invasivos
10.7.2. Técnica de Curativo para Lesões Fechadas por Primeira Intenção
10.7.3. Técnica de Curativo para Lesões Abertas
10.7.4. Técnica de Curativo para Traqueostomia
10.7.5. Técnica de Curativo para Cistostomia, Gastrostomia e Jejunostomia
10.7.6. Técnica de Curativo para Colostomia e Ileostomia
10.7.7. Técnica de Curativo com Dreno
10.7.8. Técnica de Desbridamento Mecânico
10.8. Terapêutica de Curativos Industrializados
10.9. Modelo de Ficha de Avaliação de Feridas

Capítulo 11 - Controle para o Pessoal de Saúde
11.1. Introdução
11.2. Objetivos do Controle do PAS
11.3. Princípios Básicos
11.4. Doenças Infecciosas Mais Comuns no PAS
11.5. Recomendações para a Prevenção de Infecção no PAS
11.6. Características de Cada Categoria

Capítulo 12 - Profilaxia Antimicrobiana
12.1. Princípios Básicos
12.2. Escolha do Antimicrobiano
12.3. Fatores Predisponentes ao Uso de Antimicrobianos
12.4. Critérios para Indicação de Antimicrobianos
12.5. Competência da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
12.6. Cuidados de Enfermagem na Profilaxia Antimicrobiana
12.6.1. Cuidados Pré-Operatórios
12.6.2. Cuidados Intra-Operatórios
12.7. Associações Antimicrobianas com as Principais Cirurgias
12.7.1. Cirurgia Geral
12.7.2. Cirurgia Ginecológica
12.7.3. Cirurgias Ortopédicas
12.7.4. Cirurgias Cardíacas
12.7.5. Cirurgias Urológicas

Capítulo 13 - Qualidade e Auditoria no Controle da Infecção Hospitalar
13.1. Papel da Equipe
13.2. Perfil e Expectativa do Cliente
13.3. O Serviço de Auditoria
13.4. Diretrizes

Capítulo 14 - Teste de Avaliação

Respostas do Teste de Avaliação

Referências Bibliográficas

Índice Remissivo

Inserir Comentário

Obs: HTML não é suportado!
    Fraco           Bom
Captcha
As promoções indicadas são exclusivas para o site e válidas para o dia 23 de May de 2019 salvo indicação contrária.